Radio flash TTL

Para quem ainda não sabe, TTL significa through the lens, que em livre tradução quer dizer “através da lente”. O TTL, então, nada mais é do que um sistema de mediação de luz da câmera, que é bastante utilizado para calcular a quantidade necessária de luz no flash.

Esse modo de operar é muito utilizado para quem não possui muito tempo de fazer uma imersão em cálculos.

Assim sendo, utilizar o TTL é ótimo, por exemplo, em um evento, no qual o fotografo precisa de rapidez.

Então, o TTL tem a capacidade de se ajustar a situação automaticamente, encontrando uma forma de compensar as variações.

Claro que lendo isso parece que o flash TTL é uma excelente solução para qualquer fotógrafo que use flash. O fato é que, na teoria, isso é verdade, afinal, quem nunca passou um trabalho com a luz e com fotos sub ou superexpostas, não é mesmo?

O que acontece é que muita coisa varia na exposição TTL e influencia na leitura da mesma, tal como o modo de medição matricial, cores, composição e até mesmo a distância focal.

Sendo assim, se o fotógrafo não souber exatamente por onde está se aventurando, senão o resultado pode ser desastroso.

Para quem trabalha com eventos, editoriais ou até mesmo com retratos é importante que todas as fotos saiam com a mesma luz, afinal, imagine se depois, ao olhar suas imagens, cada uma está com uma luz distinta.

Mas afinal, é só ter uma boa câmera e usar o flash TTL?

Isso quer dizer que todos os problemas dos fotógrafos estão resolvidos? Não é preciso saber muito, basta ter uma boa máquina um flash TTL e pronto? Claro que não! Se fosse assim os fotógrafos estariam todos desempregados.

Para poder utilizar essa maravilhosa tecnologia e tudo o que ela oferece é preciso um profundo conhecimento sobre o seu funcionamento. Assim sendo, quanto mais o fotógrafo souber sobre iluminação, melhor será o resultado obtido com esse recurso.

Isso porque, apesar de ser relativamente fácil, o flash TTL também erra e falha e em algumas situações, se não souber como contornar, o trabalho pode ser perdido.

Um ótimo exemplo de cena na qual o flash TTL não funciona muito bem, são aquelas onde predomina muito branco ou muito preto. Isso porque a máquina não consegue fazer uma boa leitura dessas situações e, como o flash depende dessa leitura, acaba dando erro.

Isso acontece justamente em caso de fotos de noiva ou mesmo quando há uma parece branca, por exemplo. Quando for assim, a noiva ou a parede ficarão superexpostas utilizando o flash.

Isso acontece porque a câmera acaba lendo o braço como um cinza médio.

Então, explore esse recurso e dê uma chance para o flash TTL pois, sabendo como utilizá-lo, certamente você conseguirá ótimos resultados, afinal, é um recurso que gera excelentes efeitos. Estude, aprenda e boa sorte!
Alguns rádios flashes com ttl:

https://www.lumitecfoto.com.br/produto/760/Conjunto-com-01–yn-622N-tx-controlador-02–yn-622N-transceptores-Para-Nikon
https://www.lumitecfoto.com.br/produto/759/Conjunto-com-01–yn-622c-tx-controlador-e-02–yn-622c-transceptores-para-canon
https://www.lumitecfoto.com.br/produto/757/Controlador-radio-flash-Yn622c-tx-para-canon-TTL
https://www.lumitecfoto.com.br/produto/756/Radio-Flash-Yn622n-tx-Para-Nikon-Ttl
https://www.lumitecfoto.com.br/produto/680/Radio-flash-Yongnuo-Yn-622n
https://www.lumitecfoto.com.br/produto/679/Radio-flash-Yongnuo-Yn-622c