Conheça as diferenças entre as cabeças de tripé

Compreender como as diferenças entre as cabeças de tripé podem influenciar a qualidade de suas fotos e, consequentemente, o resultado do seu trabalho é fundamental para garantir a satisfação de seus clientes.

O tripé é parte do equipamento básico do fotógrafo profissional. No entanto, a grande variedade de tamanhos, modelos, pesos, alturas, entre outras características, podem acabar dificultando a hora de escolher o tipo que melhor atende suas necessidades profissionais.

Além dessas características, a cabeça dos tripés, parte do equipamento que também exercem influência no resultado final, também apresenta diferenças importantes a serem consideradas.

O tipo de cabeça do tripé é importante para operar o equipamento

A cabeça do tripé tem a função de permitir a articulação ao usar o equipamento. Ela é responsável por permitir que as imagens que exigem ângulos mais difíceis de serem alcançados manualmente sejam obtidos com facilidade.

As cabeças dos tripés permitem que sejam feitos movimentos para cima e para baixo (conhecido como efeito tilt), para a esquerda e para a direita (imagens panorâmicas), além de permitir que a câmera seja posicionada na vertical também.

Alguns modelos, ainda, possuem cabeças removíveis, o que permite que sejam adaptadas à outras superfícies, possibilitando maior estabilidade em situações diferentes.

Um ponto muito importante é verificar a capacidade de peso que a cabeça do tripé pode suportar. Alguns tipos de lentes podem apresentar um peso similar ao peso da própria câmera, o que duplica a carga sobre a cabeça do tripé.

O excesso de peso faz com que a câmera não fique travada na cabeça do tripé, impossibilitando o trabalho.

Diferenças entre as cabeças de tripé para fotos e vídeos

As características gerais descritas acimas são ideais para que os fotógrafos possam escolher uma cabeça tipo ball head.

No entanto, quando o trabalho envolve também a produção de vídeos, o melhor tipo de cabeça de tripé é a fluid head ou a cabeça hidráulica, pois o vídeo exige uma transição de ângulos mais suave e praticamente imperceptível.

As cabeças de tripé hidráulicas são capazes de fazer imagens panorâmicas e aproveitar um ótimo ângulo de tilt com maior fluidez, o que não acontece com os modelos convencionais.

É exatamente por apresentar essa característica de deslizamento que os tripés que possuem cabeças hidráulicas possuem um custo um pouco mais elevado que os modelos ball head.

Entretanto, esse é o tipo de cabeça ideal se, conforme mencionado, a produção de vídeos faz parte da sua rotina de trabalho. Isso significa que a relação custo x benefício de se adquirir esse tipo de cabeça seja melhor que a do outro tipo.

De olho na qualidade do resultado final

A qualidade do seu trabalho é que vai determinar seu sucesso como fotógrafo. Afinal de contas, um trabalho bem executado que renda imagens inesquecíveis vale cada centavo de seu preço.

Portanto, tire o máximo de informações sobre as diferenças entre as cabeças de tripé para que possa determinar o melhor modelo para o seu dia a dia e, assim, realizar trabalhos incríveis. Boa sorte!