O equipamento de um fotógrafo profissional não é algo barato e nem algo que deva ser trocado a todo instante.

Faz parte do trabalho de um profissional manter seu equipamento sempre em ótimas condições para que ele possa sempre apresentar os melhores resultados aos seus clientes.

Para isso, é preciso tomar algumas precauções durante a execução de suas atividades e observar situações que podem colocar em risco sua câmera, suas lentes e até o seu tripé.

Transporte de equipamentos: segurança em primeiro lugar

Fotógrafos estão sempre em movimento. Um dia podem fotografar em um estúdio e, no dia seguinte, fotografar no campo, praia ou outra locação externa.

Com esse vai e vem, é possível que, se não transportados de maneira adequada, seus equipamentos estejam mais propensos a sofrerem avarias, o que pode fazer com que o profissional tenha gastos desnecessários.

Para que isso não ocorra, sempre procure transportar seus equipamentos em seus cases próprios, pois eles são feitos para proteger todas as partes sensíveis dos equipamentos, garantindo que mesmo passando por terrenos totalmente desnivelados, seu equipamento fique seguro.

Nunca transporte seu equipamento montado. Por mais tentador que isso seja, transportar o material montado pode causar danos irreparáveis.

Monte e desmonte seu equipamento quantas vezes forem necessárias.

Antes de montar sua câmera, se certifique que o tripé esteja estável.

Muitas vezes na pressa, o profissional deixa de conferir se todas as partes dobráveis do tripé estão firmes e apertadas para receber a câmera.

Por isso, ao montar o seu tripé, verifique cada articulação para se assegurar que estão estáveis, íntegras. Dê atenção especial à cabeça do tripé e tenha certeza que ela suporta o peso do seu equipamento, pois algumas lentes são extremamente pesadas.

Além disso, monte as lentes na câmera quando esta já estiver devidamente travada e fixa sobre o tripé.

Cuidado as estruturas mais delicadas do seu tripé

As pernas mais finas do tripé devem ficar recolhidas sempre que possível. Isso porque são estruturas muito delicadas, são bastante instáveis e vibram facilmente.

Também é aconselhável que a coluna central do tripé fique recolhida pois, ao ser estendida, ela oferece menor suporte ao equipamento, diminuindo a rigidez do tripé.

Se o tripé estiver instável, suas imagens ficarão tremidas e borrados, e o resultado do seu trabalho não terá uma qualidade ideal.

Limpeza e lubrificação de seu equipamento

Especialmente quando realizar um trabalho em uma locação diferente, como na praia, não se esqueça de limpar completamente seu equipamento antes de guarda-lo.

A areia nas articulações do tripé pode causar ferrugens e outros problemas que vão impossibilitar seu uso por muito tempo. Lubrificar as estruturas móveis também é válido.

Limpe, também, sua câmera e suas lentes para que estejam livres de poeira e sujeiras que podem prejudicar a qualidade de seus trabalhos futuros.

Cuidar adequadamente de seu tripé e outros equipamentos garantem que você tenha sempre o equipamento ideal para agradar os seus clientes.